7 de fevereiro de 2015

MIDNIGHT CROSSROAD - Midnight Texas Trilogy - Livro 1, a.k.a. Unindo o útil ao agradável!


Que eu sou viciada em Charlaine Harris é fácil saber. Já falei dos livros da série que inspirou True Blood (Sookie Stackhouse Series) e fiz uma resenha sobre a série da Harper Connelly (fantástica, quatro livrinhos que a gente lê sem ver o tempo passar). Agora, que a nova série de livros (ou melhor, pelo menos o primeiro livro da nova série – Midnight Texas Trilogy) conseguiu reunir elementos que só a autora consegue imaginar – bem, por essa nem eu esperava.

A verdade verdadeira é: ainda não terminei (de longe) de ler a série de livros da Sookie Stackhouse - são muitos livros e, por mais maravilhosos/deliciosos de ler que eles sejam, chega uma hora que a gente precisa ler outra coisa para não dar a impressão de que a gente tá a vida toda lendo uma coisa só (tenho aflição com isso, sorry).

Esqueci um pouco a série e, praticamente na mesma época, descobri que tava rolando uma nova série: a já mencionada Midnight Texas Trilogy. Vou falar, são muitas páginas. Comecei a ler no passinho da tartaruga, como quem não quer nada, tentando identificar os personagens e BUM! viciei de uma hora para outra, não consigo mais largar.


Agora, O QUE TEM DE TÃO DIFERENTE ASSIM nessa série? Como a maioria das pessoas nem sabe direito da existência da série da Harper Connelly (já compraram direitos pra fazer a série, mas a ideia foi pro saco), vou explicar: na série da HC, além dos personagens principais, nos últimos livros vemos também um personagem que tem poderes psíquicos e que viaja com a avó (também paranormal) realizando trabalhos de clarividência pelos EUA. O nome dele é Manfred, e ele será o novo morador de Midnight Crossroad – literalmente uma estrada com casas e lojinhas ao seu redor, cujos moradores estão lá para fugir de alguma coisa.

Só pela ideia de um spin-off já achei mara. Mas, não para ai: Charlaine Harris inclui no universo da Harper Connelly/Manfred vampiros (ou seja, ela juntou as duas – agora três – séries em um único “universo”, ao mesmo tempo em que, aqui, os vampiros não são a principal premissa / o principal assunto do livro – e sim, rufem os tambores, temos um assassinato misterioso! (POSSO CASAR COM O LIVRO, PFVR?)

Assumo que ainda não terminei de ler o primeiro e ele pode muito bem terminar uma porcaria. Mas, acho que não. Mesmo assim, não podia perder a oportunidade de deixar registrado o quanto amei ver essas duas referências em uma terceira história cujo plot principal é outro! Recomendadíssimo!!!

Um comentário:

  1. Sobre as séries anteriores, não vão terminar de lançar os livros em português? E sobe esta trilogia? Vai ser lançada aqui?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...